terça-feira, 27 de junho de 2017

Colônia de Férias - CEI Casulo da Borboleta


Dias 17 a 21 de julho, o Casulo da Borboleta abre suas portas para crianças de 0 a 3 anos. Com alimentação saudável, prioritariamente orgânica, brincadeiras e toda nossa aconchegante infraestrutura, contaremos com oficinas de materiais não-estruturados (sucatas), preparo de uma receita, circuito para atividades motoras, e muito mais. Vagas limitadas! Inscreva-se já! Mais informações: (47) 3031-3161 ou por mensagem no Facebook.

"Enlaces e Desenlaces na Vida Sexual"

Dica de conservação do leite materno

Inscrições Abertas do (IN)Consciente Coletivo


Vem aí uma experiência única e inovadora: a próxima edição do (IN)CONSCIENTE COLETIVO, 
Festival de Cultura Criativa já consolidado no calendário de Joinville, será realizada no Edifício Pixel. 

Pensado para ser um espaço do seu jeito, quebrar velhos paradigmas e oferecer um novo jeito de morar, o empreendimento construído pela Viplan Engenharia será inaugurado com a realização da 11° edição do (IN)CONSCIENTE COLETIVO, nos dias 30 de setembro e 1° de outubro, que ocupará os dois andares de garagem e áreas comuns do prédio recém finalizado. Serão dois dias de ocupação com o FESTIVAL DE CULTURA CRIATIVA, mais de 60 expositores de moda e design, feira de arte, feira de impressos, intervenções, praça gastronômica e muito mais.

Inscrições até o dia 02 de julho - Resultado da curadoria: 10 de julho

(IN)CONSCIENTE COLETIVO - 11° edição - Dias 30 de setembro e 1° de outubro de 2017
Local: Edifício Pixel - Rua Gothard Kaesemodel, 1068 - Bairro Anita Garibaldi
Horário: 11h às 20h

...

segunda-feira, 26 de junho de 2017

Super indicação de leitura...

“Siga a criança” (liberdade e observação)

Deixar a criança livre exige do cuidador abrir mão da sua própria. Abandonar o cercadinho, o berço, o carrinho de bebê e outros utensílios requer tempo dedicado a acompanhar a criança na sua exploração. Exige também do adulto que prepare determinados ambientes com “mobília de tamanho adequado e materiais de desenvolvimento para livre utilização da criança” onde ela possa praticar sua autonomia.

Para Montessori, somente com a criança livre podemos estudar sua psicologia e entender suas necessidades de desenvolvimento através da observação e da não interferência. Ela dizia que nós não precisamos estimular a criança, o mundo estimula. Nosso papel é observá-las para identificar seu interesse no momento e ajuda-las a dar ordem e significado aquilo que captou sua atenção.

Fonte: https://montessoriaquiemcasa.com.br/2016/03/25/siga-a-crianca-2/

Conheça o Centro de Educação Infantil Casulo da Borboleta!
Rua Major Navarro Lins, 962 - Anita Garibaldi - Fone: 47 3031-3161

Nutricionista

UNIVILLE convida...

Dica

domingo, 25 de junho de 2017

Acordeon na Sociedade Harmonia Lyra

GEAAJ convida...

Próximo encontro...
Dia 28 de junho, às 19h, no SEPIJ, Av. JK, 410 - bloco B - sala 302.

Em julho... 2º Pique-Neque

O Recanto Estrada Bonita e ÉÉÉguaaa Joinville lançam o 2º Pique-Neque e Festa Julina!
Dia 08 de julho (em caso de chuva o evento será transferido para dia 15/07)

Um evento para reunir toda a família e amigos. Neste dia além de todas as comidas tipicas de festa Julina, 
teremos barracas vendendo os mais deliciosos chineques e cucas de Joinville!

Doe Leite Materno (dica)

Errar é humano!

sábado, 24 de junho de 2017

"Entre Fios e Tramas"

Festival de Dança de Joinville em julho

A noite de abertura do Festival de Dança de Joinville trará Deborah Colker 
com seu novo trabalho “Cão sem Plumas”. Dia 19 de julho (quarta), às 20h.

O trabalho da Companhia carioca coloca em cena bailarinos cobertos de lama num espetáculo que trata da miséria e da destruição da natureza. Deborah promete mostrar algo realmente novo, diferente de tudo que já produziu em seus 23 anos de Companhia. A obra é baseada no poema homônimo de João Cabral de Melo Neto, publicado em 1950, e leva Deborah e seu grupo ao meio da pobreza e da riqueza do Estado de Pernambuco, no nordeste brasileiro. 

Na criação de “Cão Sem Plumas”, Deborah tem um parceiro: o cineasta pernambucano Cláudio Assis, diretor de filmes marcantes como Amarelo Manga, Febre do Rato e Big Jato. Imagens captadas por ele serão projetadas durante o espetáculo - não como pano de fundo, mas como parte fundamental da narrativa.

Dica de saúde

Amanhã no SESC Joinville - Espetáculo "Para Contar Estrelas"

Os "Guardadores de Tempo", dois seres atemporais e imaginários, viajam pelo universo em busca de capturar todos os tipos de tempo. Em cada lugar que aportam, o procedimento padrão ditado pelo seu patrão, o relógio, é realizado e assim um novo tempo é capturado. Hoje eles estão aqui, atrás de um tempo ainda desconhecido para eles, um tempo aqui e agora. Será que o procedimento padrão de hoje será realizado com sucesso? Será que o mundo ainda tem tempo para ser guardado? Ainda se encontra um tempo livre “Para contar estrelas”? Horário: 20h - Gratuito.

...

sexta-feira, 23 de junho de 2017

Projeto Conversando a gente se entende - OAB Joinville

Teste do Pezinho

A data ideal da coleta é entre o 3º e 5º dia de vida do recém-nascido. É fundamental ter atenção ao prazo.

Fonte: Ministério da Saúde

Tipos de Feedback

Curta metragem "Inveja" CANCELADO

Osho

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Amanhã... Salve o Cinema


O filme Carol conta a história da jovem Therese Belivet (Rooney Mara) que tem um emprego entediante na seção de brinquedos de uma loja de departamentos. Um dia, ela conhece a elegante Carol Aird (Cate Blanchett), uma cliente que busca um presente de Natal para a sua filha. Carol, que está se divorciando de Harge (Kyle Chandler), também não está contente com a sua vida. As duas se aproximam cada vez mais e, quando Harge a impede de passar o Natal com a filha, Carol convida Therese a fazer uma viagem pelos Estados Unidos.


O projeto Salve o Cinema visa oportunizar o contato com filmes conforme temáticas programadas em seminários pelo Programa. Os filmes estimulam o exercício da imaginação, a percepção do real em suas múltiplas significações, bem como a consciência do eu em relação ao outro e a leitura de mundo em seus diversos níveis, o que conjuga uma condição básica para a plena realidade do ser. Nessa perspectiva, é preciso considerar que a linguagem é um fenômeno inevitável e peculiar ao ser humano, tanto que diferentes tipos de linguagem exigem diferentes tipos de leitura.

Nesta quinta, dia 22 de junho, às 19h - Univille Universidade - Entrada gratuita

Ação Social Dia do Bem Estar - Lar Abdon Batista

Gala Bolshoi

Vida saudável (dica)

terça-feira, 20 de junho de 2017

Você sabia?


Precisamos de você. Ajude a atingir a porcentagem mínima de doadores recomendada, de 3,5%. Mesmo que você não possa doar, compartilhe com os amigos para que eles saibam que são importantes para manter pessoas, que talvez não conheçam, mas que fazem parte da vida de outras pessoas, vivas. Seja um doador regular. Doe sangue!

Festival Japão


Venha celebrar os 109 anos da imigração japonesa no país. 
Além da gastronomia japonesa com preços populares, haverá várias atrações culturais,
como: exposição de Ikebana, Mangá, Bonsai, concurso/desfile de Cosplay, 
apresentação de Taiko e artes marciais. Diversão para crianças, jovens e adultos! 
Dia 25 de junho, no Espaço Marquês, rua Camboriú, 230 - Glória.

Espetáculo de dança: Imersão - Grupo MOA

Rey Biannchi

Pensando...

segunda-feira, 19 de junho de 2017

Estreia do espetáculo "Doze Trabalhos", do O Grupo de Teatro Arte para Todos. A peça é inspirada no mito dos 12 trabalhos de Hércules e trata dos desafios cotidianos enfrentados pelas pessoas com deficiência ou com algum tipo de limitação, dos conflitos da vida em família e em sociedade, do direito às escolhas, da prática da cidadania, das possibilidades de superação e da alegria de viver. O espetáculo é resultado de um projeto de pesquisa e montagem iniciado em 2015 e conta com o apoio cultural do Sistema Municipal de Desenvolvimento pela Cultura - SIMDEC, Secretaria de Cultura e Turismo e Prefeitura de Joinville.

A peça tem 50 minutos de duração, classificação indicada para 10 anos e intérprete de Libras nas três sessões. Os ingressos para a apresentação de estreia na quinta-feira, 22 de junho, às 20 horas, podem ser retirados gratuitamente na entrada do Teatro Juarez Machado a partir das 19 horas. Na sexta-feira, 23 de junho, as apresentações são destinadas para escolas, instituições e projetos sociais e serão realizadas em dois horários: às 9 horas e às 15 horas. Os ingressos para essas apresentações também são gratuitos e podem ser reservados com antecedência pelo email iraciseefeldt@impar.art.br. Após essas apresentações, será realizada uma conversa com a plateia sobre a temática da inclusão de pessoas com deficiência e o papel da arte no contexto do desenvolvimento humano. 

O Grupo de Teatro Arte para Todos foi criado em 2013 e integra o Programa de Formação Cultural Arte para Todos, unidade artística mantida pelo Instituto de Pesquisa da Arte pelo Movimento, que tem como objetivo promover a formação cultural, a inclusão e a inserção social de crianças, adolescentes e adultos com deficiência intelectual, transtorno mental e outras limitações (aparentes ou não); que tenham ou não alguma deficiência física, auditiva ou visual associada. No programa são desenvolvidas atividades de artes visuais, dança, música e teatro, articuladas entre si e também com outras áreas artísticas da educação, saúde e assistência social. O Grupo conta com o apoio do Centro Cultural Deutsche Schule (Bom Jesus-Ielusc), ONG Moradia e Cidadania, Instituto FITEJ, Clic Propaganda, Chico Maurente Fotografia, Mídia Quatro Filmes e RW Contadores.

Festa do Sagrado Coração de Jesus

 

O dia em que parei

Quando se está vivendo uma vida ocupada, cada minuto precisa ser contabilizado. E não importa em quantas maneiras você divide o seu tempo e atenção, não importa quantas obrigações você cumpra em modo multifuncional, nunca há tempo suficiente em um dia. Essa foi minha vida por dois anos frenéticos. Meus pensamentos e ações foram controlados por e-mails, toques de celular e uma agenda lotada. Cada fibra do meu sargento interior queria cumprir com o tempo de cada atividade marcada na minha agenda superlotada, mas eu nunca conseguia estar à altura. Seis anos atrás fui abençoada com uma criança tranquila, sem preocupações, do tipo que para pra cheirar flores. Quando eu precisava estar em algum lugar em cinco minutos, ela insistia em colocar o cinto de segurança em seu bichinho de pelúcia. Quando eu tinha 30 minutos para caminhar, ela queria que eu parasse o carrinho e acariciasse todos os cachorros em nosso percurso. Minha criança sem preocupações foi um presente para minha personalidade apressada e atarefada – mas eu não pude perceber isso. Sempre que minha filha fazia com que eu desviasse da minha agenda, eu pensava comigo mesma: "Nós não temos tempo pra isso." Consequentemente, as duas palavras que eu mais falava para minha pequena amante da vida eram: "anda logo", talvez até mais do que dizia "eu te amo". Até que em um dia as coisas mudaram. Eu havia acabado de pegar minha filha mais velha na escola e estávamos saindo do carro. Não indo rápido o suficiente para o seu gosto, minha filha mais velha disse à sua irmã mais nova, "você é lenta". E quando ela cruzou os braços e soltou um suspiro exasperado, eu me vi – e foi uma visão angustiante. Vi com clareza o dano que minha existência apressada estava causando às minhas duas filhas. Com a voz trêmula, olhei para os olhos da minha filha mais nova e disse: "Me desculpe por ficar fazendo você se apressar. Eu adoro como você aproveita o seu tempo e eu quero ser assim como você". Comecei a lhe dar um pouco mais de tempo para se preparar se nós tivéssemos que ir a algum lugar. Toda vez que ela parava para admirar algo, eu afastava os pensamentos de coisas do trabalho e simplesmente observava. Eu escolhi viver o hoje. Seja comendo sorvete, pegando flores, apertando o cinto de bichinhos de pelúcia, encontrando conchinhas, observando joaninhas ou andando na calçada. Nunca mais direi: "Não temos tempo pra isso", pois é basicamente dizer que não se tem tempo para viver. Tomar seu tempo, pausar para deleitar-se com as alegrias simples da vida é o único jeito de viver de verdade – acredite em mim, eu aprendi com a especialista mundial na arte de viver feliz. (Adaptado de Rachel M. Stafford)

Amamentação (2)

HG

domingo, 18 de junho de 2017

"Práticas Pedagógicas Inclusivas"

Alunos Surdos, Papel do Intérprete e Professor Bilíngue; atuação dos demais 
professores da educação infantil ao ensino médio

Práticas Pedagógicas Inclusivas - A responsabilidade pela educação e formação dos alunos surdos não é somente do professor bilíngue ou do intérprete de LIBRAS. Portanto, todos os profissionais, acadêmicos da educação e interessados pelo tema, estão convidados a participar desta oficina que apresentará estratégias, recursos e práticas pedagógicas eficientes para melhor ensinar o aluno surdo em todos os níveis de aprendizagem.

Dia 28 de junho (quarta-feira) - Horário: das 19h às 22h
Local: Auditório do SESI (Rua Ministro Calógeras, 157 - próximo a Havan)

Inscrições e Informações: fone (47) 99945-4969 com Osmar / osmar.pavesi@edu.sesisc.org.br

Para inscrever-se, envie nome completo, CPF, data de nascimento, telefone e e-mail de contato. 
O pagamento é feito no dia e local da oficina.

Frutas de junho

A safra do mês de junho: abacate, atemóia, banana, carambola, cupuaçu, kiwi, 
laranja, maçã, maracujá, mexerica, morango e tangerina

"La Bohème"



A obra-prima de Giacomo Puccini, LA BOHÈME, terá a honra de encerrar o festival, em uma versão reduzida para cordas e piano, baseada no livro de Henri Murger, Scènes de la vie de bohème. Estreou no Teatro Regio de Turim em 1 de fevereiro de 1896, sob a regência de Arturo Toscanini.

Ingresso solidário: 3 quilos de alimentos não perecíveis para cada ingresso. 
Cadeiras numeradas por ordem de retirada do ingresso.

A história de artistas e pessoas comuns que conviviam em estado de penúria, na Paris do final do século XIX. Os amigos Rodolfo (poeta), Marcelo (pintor), Schaunard, Colline e os amores dos dois primeiros, Mimi e Musetta. As relações afetivas em permanente conflito, motivadas pelo ciúme e pelas inseguranças, pela pobreza a que estão reduzidos.

Libras

Bem por aí...

sábado, 17 de junho de 2017

Festa Junina + saudável


"Afinal, o que faz de uma creche um bom espaço para uma criança?

... A resposta para essa pergunta passa longe dos brinquedos industrializados, de um espaço físico que impressione pela modernidade, ou pelo design arrojado, ou da oferta de infraestrutura e tecnologia, e se aproxima de aspectos mais simples e humanos, como carinho, afeto e tempo para a criança poder brincar e explorar o mundo."

Conheça o CEI Casulo da Borboleta - Rua Major Navarro Lins, 962 - Anita Garibaldi - fone 3031-3161

Somos iguais

Um pouco sobre Trombose...

A trombose pode ter como consequência inchaço, feridas e infecções crônicas no membro afetado. Pode ainda causar a embolia pulmonar, que ocorre quando o coágulo se desprende das paredes das veias e é levado pela corrente sanguínea até se alojar nos vasos do pulmão.

Reflexão